Adolescente de 15 anos natural de Matos Costa é estrangulada pelo padrasto, a garota morreu em casa, enquanto a mãe trabalhava

O homem que era casado com a mãe da vítima foi preso poucas horas depois do crime e acabou confessando que matou a garota, alegando que a atitude teria sido uma maneira de vingança contra a esposa/mãe da menina, a qual ele acreditava ter lhe traído.

Rodrigo Correa prestou depoimento para o delegado que investiga o caso e relatou como agiu. Ele teria saído para trabalhar, mas retornou para a casa pois sabia que a enteada estava sozinha. Na casa, ele aplicou um mata leão na adolescente que caiu desacordada no chão. Percebendo que ela ainda estava viva, ele pegou um cabo de celular e asfixiou até a morte.

Casado com a mãe da vítima há sete anos, Rodrigo que é atleta de jiu-jitsu se dava bem com a vizinhança e era considerado um homem trabalhador. A mãe da menina era professora e estava trabalhando no momento do crime.

Ainda no depoimento, o homem elogiou a enteada dizendo que era uma boa pessoa e que nutria um amor de pai por ela, devido aos anos de convívio, no entanto, perdeu a cabeça e veio a cometer esse trágico crime.

 

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on print
Print