Governo libera R$ 1,7 mi para cidades atingidas por desastres naturais


O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) anunciou, nesta quinta-feira (10), o repasse de mais R$ 1,7 milhão para ações de defesa civil em 14 cidades brasileiras atingidas por desastres naturais.

No Rio Grande do Sul, o maior investimento, de R$ 361,4 mil, será destinado ao município de Caibaté para a compra de cestas de alimentos, combustível e reservatório móvel para caminhão-pipa. A região sofre com a forte seca.

A cidade gaúcha de Novo Tiradentes receberá R$ 252,7 mil para a aquisição de cestas básicas e de reservatório móvel com motobomba, além de aluguel de caminhão-pipa. Já o município de Nova Esperança do Sul, no mesmo estado, teve duas portarias com liberação de recursos publicadas. Ao todo, a cidade vai receber R$ 227,2 mil para a compra de cestas de alimentos e combustível.

Na lista de cidades gaúchas beneficiadas com recursos federais, estão ainda Unistalda (R$ 147,6 mil), Engenho Velho (R$ 144,6 mil) e Vera Cruz (R$ 120 mil). Os recursos serão usados para a compra de reservatórios de água potável e outros itens.

Ainda no Rio Grande do Sul, o município de Barra do Rio Azul contará com R$ 66,5 mil. Bom Retiro do Sul, com R$ 38 mil; Ibirapuitã, com R$ 21,8 mil, e Barão, com R$ 18 mil completam a lista de cidades beneficiadas.

Em Santa Catarina, o MDR vai investir R$ 102,3 mil em Campos Novos e R$ 60 mil em Paraíso para ações de resposta aos efeitos da estiagem.

Chuvas intensas

Também foram publicadas portarias com liberação de recursos para Cícero Dantas, na Bahia, que receberá R$ 130 mil, e Riacho dos Machados, em Minas Gerais, que contará com R$ 22,5 mil. As duas cidades foram atingidas por chuvas intensas e vão utilizar os repasses na compra de cestas de alimentos.

Repasses

Com o repasse feito nesta quinta, o governo federal informa ter liberado, ao longo da semana, o montante de R$ 31,5 milhões para ações de resposta a desastres naturais.

Após a concessão do status de situação de emergência pela Defesa Civil Nacional, os municípios atingidos por desastres estão aptos a solicitar recursos do MDR para atendimento à população afetada. As ações envolvem restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de equipamentos de infraestrutura danificados.

De acordo com a pasta, a solicitação deve ser feita por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2ID). Com base nas informações enviadas, a equipe técnica da Defesa Civil Nacional avalia as metas e os valores solicitados. Com a aprovação, é publicada portaria no DOU com a especificação do montante a ser liberado.

Linhas de crédito

O MDR também deve anunciar a criação de linhas de crédito específicas empreendedores de atividades urbanas e produtores rurais afetados pelas fortes chuvas que atingiram cidades inseridas na área de atuação da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), que inclui os nove estados da Região e o norte de Minas Gerais e do Espírito Santo.

Também serão divulgadas condições para a prorrogação de operações de crédito, tanto urbanas quanto rurais, que tenham sido afetadas pelo excesso de chuvas.



AGÊNCIA EBC

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on print
Print