Capital paulista tem alerta para chuva


Toda a capital paulista está em estado de atenção para as chuvas que devem atingir a cidade. A classificação é do Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE), da prefeitura. Por volta das 16h, São Paulo não registrava pontos de alagamento.

O sábado amanheceu com sol e as nuvens aumentaram ao longo do dia em função da umidade que chega pelo extremo sul paulistano. A temperatura máxima chegou a 31ºC.

As chuvas devem ocorrer de forma isolada, com forte intensidade. A chegada de uma frente fria neste domingo (20), no litoral paulista, deve manter o tempo instável durante toda a madrugada, com volumes elevados de precipitação. Esta é a primeira frente fria do outono, que começa amanhã, exatamente às 12h33. As temperaturas devem cair nos próximos dias.

O CGE alerta que o domingo terá grande volume de chuva, o que favorece a formação de alagamentos intransitáveis, transbordamento de rios e córregos e risco de deslizamentos de terra em áreas de risco. A máxima deve chegar a 22ºC e a mínima a 18ºC, à noite. A taxa de umidade ficará entre 70% e 95%.

Na segunda-feira (21), a temperatura seguirá amena, não passando de 20ºC, com umidade entre 55% e 95%. O que irá predominar é a interferência da circulação marítima, que deixará a faixa leste com muitas nuvens, chuva fraca e chuviscos ao longo do dia. 

De acordo com Thomaz Garcia, meteorologista do CGE, o outono de 2022 deve ser parecido com o do ano passado. “Ainda com influência do fenômeno La Niña, a tendência é que tenhamos temperaturas dentro ou um pouco abaixo da média. Não teremos condições para chuvas”, destaca. 

Ele lembra que a estação já tem como característica um volume inferior de chuva. “O comum realmente é a redução gradual das chuvas, quando a gente observa abril, maio, junho, ou seja, quanto mais próximo do inverno os volumes são menores.”



AGÊNCIA EBC

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on print
Print