Preso no Rio foragido da Operação Não Seja um Laranja


Com apoio de policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da comunidade da Rocinha, a Polícia Federal (PF) cumpriu, nesta sexta-feira (5), mandado de prisão preventiva contra um homem, foragido da Operação Não Seja um Laranja, deflagrada na última terça-feira (2).

O preso, de 32 anos, é o chefe da organização criminosa investigada e não teve o nome divulgado pela PF.

Realizada em 13 estados de todas as regiões do país e no Distrito Federal, a operação tem participação da Polícia Civil do Pará, de São Paulo e do DF.

Foram cumpridos 43 mandados de busca e apreensão contra acusados de fraudar contas em diversos bancos usando nomes de terceiros. De acordo com as investigações, o valor das fraudes chega a R$ 18,2 milhões.

As investigações também contaram com informações prestadas pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Os integrantes da organização quadrilha responderão por associação criminosa, furto qualificado e falsidade ideológica. As penas podem ultrapassar 20 anos de prisão.

Ouça na Radioagência Nacional



AGÊNCIA EBC

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on print
Print